Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Vice-Presidente da República Federativa do Brasil - Discursos

Texto base do discurso do Vice-Presidente Michel Temer por ocasião do encerramento da VII Reunião da Comissão Brasileiro-Russa de Alto Nível de Cooperação – Moscou, 16 de setembro de 2015

16 de Setembro de 2015 - 13h17

Estou convencido de que, hoje, demos passos importantes rumo ao fortalecimento da Parceria Estratégica, que se aprimora a cada edição da CAN. As delegações do Brasil e da Rússia têm aproveitado essas reuniões – e os trabalhos que as antecedem – para intensificar as complementaridades entre os dois países, com base em interesses comuns, à luz de visão de mundo convergente.

Os contatos entre Brasil e Rússia vêm-se multiplicando em diferentes níveis e foros. Nos últimos dois meses, estiveram na Rússia, todos os Chefes de Poder brasileiros. Além da visita da Senhora Presidente da República para a Cúpula dos BRICS de Ufá, ocasião em que manteve encontro com o Presidente Vladimir Putin, visitaram a Rússia os Presidentes do Congresso Nacional e da Suprema Corte. Também esteve aqui, em tempos recentes, o Presidente da Câmara dos Deputados, função que exerci por três vezes.

Agradeço as contribuições dos Presidentes da CIC e os comentários dos Ministros de Estado e das demais autoridades aqui presentes. Tal nível de representação, em si, reflete o caráter estratégico de que se reveste a CAN para ambos os países.

Brasil e Rússia estão engajados em impulsionar o comércio bilateral e os investimentos recíprocos. Medidas concretas vêm sendo adotadas nessa direção.

Moscou sediará, no segundo semestre, reunião do Comitê Agrário. As expectativas do lado brasileiro para esse encontro são elevadas. Estou seguro de que a reunião proporcionará avanços adicionais nos entendimentos sobre questões afetas ao setor agropecuário, uma área de especial dinamismo da relação bilateral.

Nesse e em outros setores da cooperação bilateral, desponta elemento comum que os baliza: a necessidade de ampliar, cada vez mais, a parceria em temas de ciência, tecnologia, inovação e educação, que constituem, afinal, a base da economia moderna.

Para além das tratativas em nível governamental, que estruturam e impulsionam a cooperação bilateral, é fundamental estimular contatos diretos entre os respectivos setores privados. O Fórum Empresarial Brasil-Rússia, que se realizou ontem, contribuiu sobremaneira para fomentar essa dinâmica e favorecer novos negócios e investimentos de lado a lado.

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores,

Como pano de fundo da relação bilateral e dos trabalhos da CAN, o diálogo estratégico sobre questões relativas à paz e à segurança internacionais deve continuar a ser aprofundado. Brasil e Rússia se apresentam como atores de alcance global. O exercício de identificação de soluções para dar encaminhamento conjunto a dossiês internacionais visa a tornar o mundo melhor.  

Vejo o quanto a cooperação russo-brasileira tem gerado, até o momento, resultados efetivos, com sentido de pragmatismo. O futuro da relação é tão ou mais promissor, em se tratando de uma parceria estratégica entre Estados, sólida e longeva, que transcende as circunstâncias de Governos.

Estendo a Vossa Excelência convite para visitar o Brasil e copresidir a VIII reunião da CAN. O Brasil coincide com a Rússia quanto à importância conferida a esse mecanismo de concertação bilateral, que pode e deve ser aprimorado de forma contínua. Agradeço o engajamento russo para o pleno êxito deste encontro.

Muito obrigado.

Fim do conteúdo da página