Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
363

A Honorável Chrystia Freeland, ministra de Relações Exteriores do Canadá, e Aloysio Nunes, ministro das Relações Exteriores do Brasil, emitiram, em 23 de outubro, a seguinte declaração:

“O terceiro Diálogo de Parceria Estratégica foi uma oportunidade importante para passar em revista questões de relevância bilateral, regional e global, particularmente nas áreas de cooperação em defesa, mobilidade e assistência a refugiados e migrantes, bem como igualdade de gênero e direitos humanos. Outros tópicos em nossa discussão incluíram cooperação em ciência, tecnologia e inovação; mudança climática e meio ambiente; e comércio e investimento”.

“Comprometemo-nos a acelerar as negociações para um acordo de comércio livre ambicioso e abrangente entre o Canadá e os países do Mercosul – Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai – e continuar a melhorar a colaboração para implementar o Acordo de Paris e continuar a coordenação bilateral na liderança até a Conferência sobre Mudança Climáticas de Katowice, Polônia, em dezembro”.

“Abordamos a necessidade de reforçar e revigorar a ordem internacional baseada em regras para fortalecer as instituições multilaterais e avançar em questões como direitos humanos, paz e segurança. Nesse contexto, nós, como importantes parceiros da Organizações dos Estados Americanos e do Grupo Lima, discutimos a crise na Venezuela, em particular o impacto regional da recente migração externa em massa”.

“Estimamos por continuar a expandir e aprofundar nosso relacionamento e dar as boas-vindas à crescente cooperação política, econômica e social entre o Canadá e o Brasil”.


Mais sobre as relações bilaterais Brasil-Canadá

Fim do conteúdo da página